Última hora

Em leitura:

Itália tem pressa

mundo

Itália tem pressa

Publicidade

O novo primeiro-ministro italiano deverá ser nomeado, ainda, hoje.

Durante a manhã, o chefe de Estado iniciou as consultas com os partidos políticos para a formação do novo executivo.

A imprensa transalpina dá como certo o nome de Mário Monti para liderar o governo e diz que o ex-comissário europeu já terá mesmo escolhido a equipa com a qual vai trabalhar.

O anúncio oficial está previsto para esta tarde. Itália tem pressa em acalmar os mercados e evitar uma nova escalada dos juros da dívida. Não está por isso, excluída a hipótese da moção de confiança ao novo governo poder avançar já esta segunda-feira.

Tal como prometido, Silvio Berlusconi apresentou, ontem, a demissão ao chefe de Estado, depois da Câmara de Deputados ter aprovado o pacote de austeridade exigido por Bruxelas.

O aumento da taxa de IVA, o congelamento de salários da função pública e aumento da idade da reforma são algumas das medidas previstas para equilibrar as contas públicas.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão já elogiou o programa de austeridade que diz “contribuir para a estabilidade da Europa.”

Muitos italianos congratularam-se, sim, com a saída de Silvio Berlusconi. A festa arrastou-se noite dentro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte