Última hora

Última hora

Mario Monti presta juramento

Em leitura:

Mario Monti presta juramento

Tamanho do texto Aa Aa

Sem eleições, Mario Monti prestou juramento perante o Presidente italiano, Giorgio Napolitano.

Após dois dias de consultas com os partidos políticos e parceiros sociais, o ex-comissário europeu, economista e senador jurou como primeiro-ministro e ministro da Economia e Finanças, numa altura em que a crise italiana centra as atenções internas e europeias.

A constituição de um governo tecnocrata foi a opção de Monti que explicou o porquê de não incluir representantes das diferentes forças políticas. “Durante as consultas cheguei à conclusão que a ausência de personalidades políticas no governo ajudará mais do que impedirá um estabelecimento sólido do governo no seio do parlamento e das forças políticas”, disse.

Nos próximos tempos os italianos podem contar com mais medidas de austeridade. O comportamento dos mercados assim obriga.

Silvio Berlusconi, que se demitiu há quatro dias, passou o testemunho pessoalmente a Monti, no palácio Chigi, sede do governo.

Esta quinta-feira os senadores e os deputados confirmam o novo executivo.