Última hora

Última hora

Monti apresenta governo de tecnocratas

Em leitura:

Monti apresenta governo de tecnocratas

Tamanho do texto Aa Aa

É o governo de salvação da economia italiana e não foi eleito. Mas os transalpinos depositam as esperanças no antigo comissário europeu, economista e senador Mario Monti, para recuperar a confiança daquela que já foi um das maiores economias do mundo.

Monti apresentou a lista no novo elenco governativo e ele próprio vai assumir a Economia e Finanças. Constituiu uma equipa de tecnocratas deixando de lado os políticos. O novo primeiro-ministro explica porque optou por esta fórmula aceite pelos partidos, com exceção da poderosa Liga do Norte.

“Cheguei à conclusão, durante as consultas, que a ausência de personalidades políticas no governo ajudará mais do que impedirá uma implementação sólida e radical do governo no seio do parlamento e das forças políticas”, disse.

Nos próximos tempos os italianos podem contar com mais medidas de austeridade. O comportamento dos mercados assim obriga.

“Estou confiante que, apesar desta fase muito complicada dos mercados, a nossa equipa vai conseguir dar confiança especialmente na forma como lidam com o nosso país”, acrescentou.

Já com a lista composta, o novo executivo deverá prestar juramento ainda esta tarde perante o Presidente da República no Palácio Quirinale.

Amanhã, será a vez dos senadores e deputados confirmarem o novo executivo.