Última hora

Última hora

Síria: Desertores atacam perto de Damasco

Em leitura:

Síria: Desertores atacam perto de Damasco

Tamanho do texto Aa Aa

Desertores do exército sírio atacaram ao início da manhã um complexo dos serviços de informações situado nos arredores de Damasco.

Este é o primeiro ataque a uma estrutura dos serviços de segurança desde que há oito meses começou a contestação ao regime em vigor na Síria.

A Turquia adotou pela primeira vez sanções contra o regime de Damasco: pôs fim às explorações petrolíferas conjuntas e ameaçou parar o fornecimento de eletricidade à Síria.

O primeiro-ministro turco, um antigo aliado do presidente sírio, criticou a atitude de Damasco face à contestação que se vive no país há oito meses.

“Quero lembrar-lhe que o futuro não pode ser construído sobre o sangue dos oprimidos. A história falará desses líderes como “os líderes que se alimentaram de sangue”, disse Recep Tayyip Erdogan.

Num encontro com diplomatas russos, o dirigente da oposição síria pediu à Rússia que coordene os esforços com a Liga Árabe para que o Conselho de Segurança da ONU aprove uma resolução que “subentenda a defesa dos manifestantes pacíficos na Síria sem qualquer ingerência externa”.