Última hora

Última hora

Grécia: Estudantes celebram revolta de 1973

Em leitura:

Grécia: Estudantes celebram revolta de 1973

Tamanho do texto Aa Aa

O slogan “Pão, Educação e Liberdade” é novamente visível na Universidade Politécnica de Atenas. Hoje comemora-se o 38° aniversário da revolta dos estudantes que contribuiu de forma decisiva para o fim do regime dos coronéis na Grécia.
 
“Este lema continua atual porque pão significa salários, pensões, os rendimentos do povo grego que estão a ser cortados cruamente. Estão ser destruídos os contratos coletivos de trabalho que garantiam uma qualidade de vida mínima. E agora estão a tentar aprovar novas leis para as pensões de reforma. O resultado é que a nossa geração nunca terá uma reforma” – explica um estudante.
 
Os estudantes contestam as medidas de austeridade e a legislação que permite a privatização das universidades. Por outro lado, a pressão internacional é vivida como uma ingerência e uma opressão.
 
Muitos estudantes vão também aproveitar o dia para denunciar o regresso da extrema-direita ao governo, o que não acontecia há 38 anos.
 
A revolta estudantil tinha começado em fevereiro. No dia 17 de novembro os tanques do exército entraram na Universidade Politécnica de Atenas para esmagar o movimento. Milhares de estudantes foram detidos e o número de mortos conta-se em dezenas. 8 meses depois pronunciava-se o fim da ditadura.