Última hora

Em leitura:

Troika volta à Grécia para controlar orçamento


Grécia

Troika volta à Grécia para controlar orçamento

Ainda o orçamento grego praticamente não tinha chegado ao parlamento, já os membros da troika estavam a desembarcar em Atenas.

Os representantes da União Europeia, do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) têm encontros marcados com o primeiro-ministro e os líderes dos principais partidos.

E se no hemiciclo o ministro das Finanças se esforça por convencer os deputados que o orçamento de 2012 “pode ser aquele que vai impulsionar a mudança no país, se todos forem sérios e estiverem unidos”; ao primeiro-ministro, Lucas Papademos, cabe a difícil tarefa de convencer os líderes políticos a comprometerem-se com a aplicação do acordo de ajuda internacional.

O orçamento desenhado por Atenas para o próximo ano é ambicioso. Prevê reduzir o défice para 5,4%, bastante abaixo dos 6,8% previstos anteriormente.

Mas, para alguns analistas, é demasiado optimismo tendo em conta a expetativa de uma recessão económica forte e, sobretudo, as divergências no seio da coligação governamental.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Autarca romeno "encostado à parede"