Última hora

Última hora

Egito: sete mortos nos confrontos do fim-de-semana

Em leitura:

Egito: sete mortos nos confrontos do fim-de-semana

Tamanho do texto Aa Aa

Os confrontos deste domingo entre manifestantes e a polícia na praça Tahrir, no Cairo, provocaram cinco mortos, elevando para sete o número de vítimas mortais dos últimos dois dias de violência.

Segundo fontes médicas, três pessoas foram mortas a tiro, as outras morreram asfixiadas pelo gás, lançado pelas forças da ordem.

O governo de transição reuniu em gabinete de crise com o Conselho Supremo das Forças Armadas que dirige o país desde a queda do regime de Hosni Mubarak no princípio do ano.

Estes acontecimentos têm levantado dúvidas sobre a realização das primeiras eleições livres previstas para 28 de Novembro. Os militares garantem que o ato eleitoral não está em causa.

Tal como no sábado, no domingo, ao final do dia, a polícia anti-motim e a polícia militar tinham conseguido desalojar os manifestantes que se instalaram na praça Tahrir com tendas, mas poucos minutos depois, ao cair da noite, a multidão voltou e a violência prosseguiu.

Para além do Cairo, houve também manifestações e confrontos nas cidades de Alexandria e Ismaília. Várias centenas de pessoas foram detidas.

Por todo o lado, os manifestantes reclamam o fim do poder militar.