Última hora

Última hora

Espanha prepara viragem à direita motivada pela crise

Em leitura:

Espanha prepara viragem à direita motivada pela crise

Tamanho do texto Aa Aa

Os espanhóis votam hoje em legislativas que deverão confirmar a viragem do país à direita.

As urnas estarão abertas até às 20 horas locais, uma hora menos em Lisboa. Os resultados praticamente definitivos deverão ser conhecidos apenas algumas horas depois.

Segundo as sondagens, as principais figuras da campanha têm o destino selado: à esquerda, Alfredo Pérez Rubalcaba tem assegurada a derrota e, à direita, Mariano Rajoy prepara-se para ocupar o lugar de primeiro-ministro.

O líder do Partido Popular vai encabeçar o regresso dos conservadores ao poder pela primeira vez desde o fim do mandato de José Maria Aznar em 2004 e pode mesmo obter a maioria absoluta, graças ao profundo desencanto dos espanhóis com o governo de Zapatero.

Quem paga a fatura é o atual líder socialista, Rubalcaba. Para o PSOE, desgastado com as medidas de austeridade do executivo derrubado pela crise, o importante é garantir o máximo de representatividade parlamentar.

Face à difícil situação económica do país e ao elevado desemprego – que atinge cerca de cinco milhões de espanhóis – ninguém acredita em milagres.

Na véspera da eleição os “Indignados” voltaram a instalar-se na emblemática Puerta del Sol para denunciar o “regresso ao passado” com a vitória prevista do PP.