Última hora

Em leitura:

Sírios atacam sede do partido no poder


Síria

Sírios atacam sede do partido no poder

A sede do partido sírio no poder – Baath – foi alvo de um ataque em Damasco. O edifício terá sido atingido por várias granadas.

Oito meses depois do início da revolta popular na Síria, o presidente Bashar Al-Assad mantém o discurso de sempre. Numa entrevista ao Sunday Times, responsabilizou os grupos armados pela violência no país.

“Não tenho limites quando se trata de servir a Síria. Estou aqui para servir o meu país e não o contrário. O problema não é o presidente, mas a estabilidade e a unidade da Síria. É isso que importa. Se o presidente é um fator de unidade deve ficar se, pelo contrário, é um fator de divisão, então, deve partir. Este princípio deve ser aplicado para todos. Mas não é isso que está em jogo. Em causa está a unidade e a intervenção internacional. A maioria da população está unida. Os distúrbios foram causados por um grupo de militares, responsável pela morte diária de várias pessoas” afirma Bashar Al-Assad.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Manifestantes egípcios medem forças com militares