Última hora

Última hora

Começou novo julgamento dos Khmer Vermelhos

Em leitura:

Começou novo julgamento dos Khmer Vermelhos

Tamanho do texto Aa Aa

Os mais antigos dirigentes dos Khmer Vermelhos ainda em vida começaram a ser julgados esta segunda-feira em Phnom Phen, no Camboja. Os primeiros quatros dias do julgamento servirão para escutar os argumentos da acusação e da defesa.

No banco dos réus, o “Irmão Número 2” Nuon Chea, o antigo chefe de Estado, Khieu Samphan, e o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, Ieng Sary. A ex-ministra dos assuntos sociais, Ieng Thirith, conhecida como primeira-dama sofre de demência e foi considerada incapaz.

Mas o tribunal especial das Nações Unidas é acusado por muitos de falta de coragem para julgar todos os envolvidos.

O porta-voz do tribunal diz “não receberemos instruções ou pressões de ninguém, seja do governo, da sociedade ou mesmo da ONU. Não abdicamos da nossa independência”.

Os réus têm todos mais de 80 anos e são acusados de genocídio, crimes de guerra e contra a humanidade durante o reino de terror do regime comunista entre 1975 e 1979.

Durante esse período, quase dois milhões de pessoas – um quarto da população – foram exterminadas.