Última hora

Última hora

Eleições mexem pouco nos mercados

Em leitura:

Eleições mexem pouco nos mercados

Tamanho do texto Aa Aa

O resultado das eleições espanholas está a influenciar pouco os mercados.

Os índices bolsistas da Europa estão em queda, mas o principal fator por detrás das descidas não é a Espanha, mas sim um possível bloqueio das negociações da dívida nos Estados Unidos. A ameaça da Moody’s ao triplo A francês está também a penalizar.

A maior parte dos índices está com quedas de mais de 2%. Madrid acompanha a tendência. Os juros da dívida espanhola subiram.

“Reduzir o défice público, como a União Europeia e os mercados nos estão a pedir, é relativamente fácil. Basta cortar a despesa e aumentar os impostos. O difícil é fazer crescer, ao mesmo tempo, a economia espanhola”, diz o analista José Ramón Pin.

As medidas de austeridade, que o novo governo promete continuar, só devem agravar a recessão, num país onde a maior praga para a economia se chama desemprego. São mais de 5 milhões os espanhóis sem trabalho.