Última hora

Última hora

Polícia de Nova Iorque detém simpatizante da al-Qaida que fabricava uma bomba

Em leitura:

Polícia de Nova Iorque detém simpatizante da al-Qaida que fabricava uma bomba

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades de Nova Iorque confirmaram a detenção de um homem que estaria a preparar um ataque bombista contra elementos das forças de segurança norte-americanas.

A notícia da captura de José Pimentel, um dominicano de 27 anos convertido ao Islão, tinha sido avançada pelo jornal New York Times.

Numa conferência de imprensa em Manhattan, o presidente da Câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg, explicou que, no sábado à tarde, a polícia “deteve um simpatizante da al-Qaida que planeava atacar viaturas da polícia, bem como instalações dos correios e membros das forças armadas de regresso ao país”.

Pimentel estava sob vigilância desde 2009 e estaria a terminar uma bomba artesanal, quando foi detido. As instruções para o fabrico do artefacto terão sido obtidas numa revista publicada pela al-Qaida.

O procurador de Manhattan, Cyrus Vance, disse que Pimentel foi acusado de “conspirar para construir uma bomba com intenções terroristas e de posse de armas, com o objetivo de iniciar uma campanha de violência”.

As autoridades descrevem-no como “um lobo solitário”, motivado pelo ressentimento contra as missões norte-americanas no Iraque e no Afeganistão.