Última hora

Última hora

Taxas da dívida espanhola batem recordes

Em leitura:

Taxas da dívida espanhola batem recordes

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha vê as taxas das obrigações baterem máximos de 14 anos, apesar da vitória clara dos populares nas legislativas.

Madrid paga já mais do que Portugal e Grécia para vender títulos de dívida a curto prazo. Esta terça-feira, a Espanha vendeu mais de dois mil milhões de euros a três meses a uma taxa de 5,11 por cento, muito acima do valor pago há menos de um mês. Já na dívida a seis meses a “yield” atingiu 5,32 por cento.

Desde 1997, que Madrid não pagava tanto para se financiar no mercado. O valor mais baixo das obrigações a seis meses tinha sido registado em 2010, com uma taxa de 1,24 por cento.

No rescaldo das eleições que deram a maioria absoluta aos populares, os investidores exigem que Mariano Rajoy se apresse a apresentar o programa económico do futuro governo e a implementar reformas.

A dívida de Espanha ronda os 650 mil milhões de euros e o défice é de 6% do PIB, o dobro do fixado no Pacto de Estabilidade e Crescimento.

As medidas de austeridade já custaram uma pesada derrota aos socialistas, mas a agência Fitch avisa que serão necessárias medidas adicionais num país com sérios problemas económicos.