Última hora

Última hora

Batalha urbana nas ruas do Cairo

Em leitura:

Batalha urbana nas ruas do Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

As ruas do Cairo são palco de uma batalha urbana pelo quinto dia consecutivo e o número de vítimas dos confrontos entre manifestantes e forças da ordem continua a aumentar.

Pelo menos 37 pessoas já perderam a vida e outras 2 mil ficaram feridas, não só na capital mas também noutros pontos do país de 80 milhões de habitantes.

O anúncio de terça-feira, do marechal Tantawi, que serviu o presidente Hosni Mubarak durante duas décadas como ministro da Defesa, pouco efeito teve para acalmar os contestatários.

“Queremos dizer ao Marechal Tantawi para se juntar a Mubarak. Não desistimos e vamos morrer aqui. Existem muitas pessoas a morrer”, diz um manifestante.

Após uma reunião entre líderes políticos, incluindo a irmandade muçulmana e generais, Tantawi prometeu eleições presidenciais dentro de 6 meses, ou seja, meio ano antes do estabelecido.

Mas a promessa não convenceu os manifestantes que pretendem ver materializada a revolução de fevereiro, quando Mubarak foi substituído pelos militares à frente dos destinos do país.

As eleições legislativas começam já na segunda-feira num processo que só deverá estar completo meses depois e que prevê a nomeação de uma assembleia constituinte encarregue de fundar uma nova Lei fundamental.