Última hora

Última hora

Crimes neonazis envergonham parlamento alemão

Em leitura:

Crimes neonazis envergonham parlamento alemão

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento alemão tem vergonha da vaga de assassinatos neonazis. Os partidos representados no Bundestag homenagearam esta terça-feira as dez vítimas mortais executadas friamente por um bando de extremistas. O caso eclodiu na semana passada. Entre 2000 e 2007 uma célula de três neonazis matou oito turcos, um grego e uma agente da polícia. Os investigadores nunca suspeitaram tratar-se de crimes racistas. Por isso, a líder parlamentar dos Verdes, Renate Künast, declarou que “na Alemanha de hoje, muitos devem ter o sentimento que as instituições estão cegas do olho direito, ou que pelo menos nunca quiseram ver o que se passa à direita.”

O debate sobre a ilegalização do partido de extrema-direita, NPD, surge de novo na praça pública. O supremo tribunal federal alemão recusou essa possibilidade no passado com o argumento de que existiam muitos informadores infiltrados no partido. As autoridades mobilizaram 300 agentes para investigar todos os casos de possível caráter racista por resolver, ocorridos desde 1998.