Última hora

Última hora

Itália, França e Alemanha tentam travar contágio da crise

Em leitura:

Itália, França e Alemanha tentam travar contágio da crise

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês recebe em Estrasburgo a chanceler alemã, Angela Merkel, e Mario Monti com o objetivo de acelerar a aplicação do plano de resgate da Eurozona, de forma a tranquilizar os mercados e evitar que a crise da Itália e Espanha se propague.

Os três líderes vão examinar a possibilidade de reforçar o papel do Banco Central Europeu (BCE), do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) e a eventual criação dos eurobonds.

“A reforma das pensões e do mercado de trabalho mantém-se como medidas necessárias mas outras sobre as quais ainda não existe uma ideia clara irão ser igualmente feitas. O governo dispoem, por enquanto de uma grande maioria e se conseguir agir rapidamente não haverá oposição para lhe fazer frente” diz este analista.

Depois da Itália e da Espanha os mercados desconfiam agora da França e também Alemanha.

A agência Fitch ameaça rever a classificação da França caso a crise da dívida na Eurozona se agravar.

Para a Alemanha manter o crescimento da sua economia vai depender fortemente dos seus dois vizinhos, principais parceiros comerciais.