Última hora

Última hora

Washington responde às ameaças de Moscovo

Em leitura:

Washington responde às ameaças de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos garantem que os planos de instalação de um escudo antimíssil na Europa são para manter.

Washington responde, assim, ao presidente russo que ameaça colocar mísseis balísticos no enclave de Kalininegrado, às portas da União europeia, em resposta ao programa norte-americano de defesa antimíssil.

“Se a situação evoluir de forma desfavorável para a Rússia, reservamos o direito a tomar medidas drásticas” afirma Dmitri Medvedev

Os Estados Unidos garantem que o programa não visa a Rússia. Mas mais que palavras, Moscovo quer garantias.

Uma posição de força, que os analistas justificam com as eleições legislativas russas.

“Medvedev quer dar uma imagem de dureza e força durante a campanha eleitoral. Ele representa o Partido Rússia Unida e quer atrair os eleitores mais conservadores” refere um analista.

O sistema de defesa antimíssil está a ser instalado em vários pontos da Europa. Roménia, Turquia, Polónia e Espanha já aderiram.

Os Estados Unidos insistem que o objetivo é prevenir eventuais ataques de países como o Irão e a Coreia do Norte.