Última hora

Última hora

Damasco arrisca sanções comerciais se não aceitar observadores

Em leitura:

Damasco arrisca sanções comerciais se não aceitar observadores

Tamanho do texto Aa Aa

A repressão militar continua a causar vítimas na Síria, esta quinta-feira há notícia de 11 mortos em confrontos entre os militares e manifestantes pró democracia na cidade Homs.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros árabes reuniram-se novamente para analisar a situação no país, depois de a Liga Árabe ter rejeitado um pedido de Damasco para alterar uma proposta de enviar para uma delegação de 500 observadores ao país.

Quarenta 48 horas foi o prazo dado ao regime para se decidir sobre a assinatura do protocolo caso contrário está prevista uma chuva de sanções que podem incluir suspensão de voos comerciais e boicote a empréstimos ao banco central sírio.

O regime do Presidente Bashar tem reprimido com violência os protestos populares iniciados há oito meses e o plano da Liga Árabe prevê a retirada dos blindados do Governo das ruas e o fim do ataque aos civis, além da libertação dos presos políticos.