Última hora

Última hora

Iémen: Cinco manifestantes mortos depois da demissão de Saleh

Em leitura:

Iémen: Cinco manifestantes mortos depois da demissão de Saleh

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos cinco pessoas morreram em Sanaa, a capital do Iémen, esta quinta-feira, depois de homens armados, incluindo forças de segurança, terem aberto o fogo sobre manifestantes que protestavam contra o regime do presidente Ali Abdullah Saleh.

Isto poucas horas depois do chefe de Estado ter assinado um acordo em que aceitava deixar o poder, ao fim de dez meses de protestos. Saleh tornou-se no quarto líder obrigado a deixar o poder depois do início do conjunto de revoluções conhecidas como “Primavera Árabe”.

O acordo para a saída foi assinado com o Rei do poderoso país vizinho, a Arábia Saudita.

Segundo o documento, Saleh transfere o poder para o vice-presidente, Abd-Rabbu Mansour Hadi, que vai formar um governo com membros da oposição e marcar eleições presidenciais para, no máximo, daqui a três meses.