Última hora

Última hora

Iémen entre a festa e a indignação

Em leitura:

Iémen entre a festa e a indignação

Tamanho do texto Aa Aa

Esperaram 10 meses por este dia. Hoje, os iemenitas cantam vitória.

Depois de várias promessas, Ali Abdullah Saleh assinou um acordo para a transferência de poder, no Iémen, no prazo de 30 dias.

O histórico documento foi assinado em Riade, na Arábia Saudita. Em contrapartida, o homem no poder há mais de três décadas conseguiu imunidade judicial.

Muitos manifestantes não se conformam. Uma iemenita crítica a assinatura do acordo que diz proteger um assassino e considera que Saleh devia ser julgado. Acrescenta, que os mártires não devem ser esquecidos porque graças a eles vai ser possível reconstruir um novo país.

Os termos do acordo negociado pelos aliados do Golfo vão ser contestados nas ruas do Iémen já esta quinta-feira. Sanaa vai ser palco de uma nova manifestação, desta vez, para exigir que Saleh seja julgado pela morte dos manifestantes durante a revolta popular.