Última hora

Em leitura:

A segunda fase da revolução no Egito


Egipto

A segunda fase da revolução no Egito

São imagens que fazem lembrar as manifestações de fevereiro no Egito.

Desta vez, milhares de pessoas voltaram à praça Tahrir para cumprir aquela que dizem ser a segunda fase da revolução. Exigem que os militares abandonem o poder e garantem que esta é a “sexta-feira da última oportunidade.”

Muitos militares juntaram-se, entretanto, aos manifestantes que contam com o apoio da principal autoridade muçulmana do país.

A junta militar recusa deixar o poder por considerar que seria uma traição.

A três dias das eleições legislativas, o chefe do Conselho Supremo das Forças Armadas decidiu

aumentar para dois, o número de dias de votação.

Os confrontos da última semana provocaram mais de 40 mortos, mas o marechal Hussein Tantaoui já fez saber que o calendário eleitoral é para manter.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mali: Três europeus raptados e um morto