Última hora

Última hora

Hungria: Ministério da Economia critica corte de "rating" pela Moddy's

Em leitura:

Hungria: Ministério da Economia critica corte de "rating" pela Moddy's

Tamanho do texto Aa Aa

O ministério húngaro da economia acusa a Moddy’s de um “ataque financeiro” ao país. Esta quinta-feira a agência de notação baixou o “rating” da dívida pública da Hungria para o nível Ba1, mantendo um outlook negativo.

Uma decisão justificada com a “crescente incerteza quanto à capacidade do país em alcançar os objetivos de médio prazo, no que se refere à redução da dívida do setor privado e à consolidação orçamental.”

O nível da dívida pode cair para 75,9% do PIB este ano, antes de voltar a subir para 76,5% no próximo ano, devido a uma série de medidas consideradas pouco ortodoxas.

A Hungria apresentou recentemente um pedido de “ajuda de precaução” à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional.

Bruxelas e o FMI confirmaram o pedido que vai permitir agora o início das conversações com o Governo de Budapeste.

A política do primeiro-ministro, Viktor Orban, foi fortemente criticada por medidas classificadas como populistas.

O florim chegou a depreciar em relação ao euro, nos últimos seis meses, em 15%.