Última hora

Última hora

Portugal: sindicatos declaram "êxito" de greve geral e distanciam-se de confrontos

Em leitura:

Portugal: sindicatos declaram "êxito" de greve geral e distanciam-se de confrontos

Tamanho do texto Aa Aa

A jornada de protestos em Portugal terminou com momentos de tensão em frente à Assembleia da República em Lisboa.

Sete pessoas foram detidas e um polícia foi ferido em confrontos que opuseram as forças de segurança a manifestantes que tentaram passar as barreiras colocadas em frente ao Parlamento.

Os líderes sindicais distanciaram-se dos confrontos, destacando que a greve geral e a grande manifestação do dia na capital foram “exemplos de civismo e responsabilidade”.

A CGTP e a UGT defendem que o governo deve mudar de atitude nas negociações com os sindicatos face ao “êxito” da paralisação, com uma adesão superior à registada no ano passado, que envolveu três milhões de portugueses. O governo contesta os números, estimando que pouco mais de dez por cento dos funcionários públicos tenham aderido à greve geral para contestar as medidas de austeridade incluídas na proposta do Orçamento de Estado para 2012.