Última hora

Última hora

Bélgica: Francófonos e flamengos de acordo sobre o orçamento federal

Em leitura:

Bélgica: Francófonos e flamengos de acordo sobre o orçamento federal

Tamanho do texto Aa Aa

Na Bélgica, negociadores de seis partidos francófonos e flamengos chegaram a acordo sobre o orçamento federal abrindo caminho para a resolução

da maior crise política da história daquele país.

O entendimento, obtido após 17 horas de negociações, poderá abrir caminho para a formação de um governo chefiado por Elio Di Rupo, numa altura em que a Bélgica tem vivido em gestão corrente desde as eleições parlamentares de junho de 2010.

“Podemos estar satisfeitos por termos um orçamento elaborado responsavelmente, que abre perspetivas e que inclui coisas que devem ser feitas e que nem sempre são agradáveis”, disse

Bruno Tobback, líder dos socialistas flamengos.

“A Europa queria medidas que criassem emprego. Nós vamos muito além. Este é um orçamento com reformas que agradarão à Europa”, sublinhou Alexander De Croo líder do partido liberal Open VLD

As negociações do orçamento foram conduzidas sob pressão dos mercados. Na sexta-feira, as taxas de juro aumentaram para a Bélgica após a agência Standard & Poor ‘s ter baixado o rating daquele país

A Bélgica tem de economizar 11,3 mil milhões de euros para o orçamento de 2012 e um total de 20 mil milhões até 2015.

Concluído o orçamento, nada impede a formação de

um governo ainda antes do Natal.