Última hora

Última hora

Paquistão homenageia soldados mortos pela NATO

Em leitura:

Paquistão homenageia soldados mortos pela NATO

Tamanho do texto Aa Aa

Realizaram-se esta manhã, em Peshawar, no Paquistão, os funerais dos 24 soldados paquistaneses mortos no ataque de ontem das forças da NATO.

O primeiro-ministro, Yusuf Raza Gilani, considerou o ataque como um “atentado contra a soberania do país”.

O ataque ocorreu na região de Mohmand, na fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão. A NATO garante que se tratou de um erro e promete um inquérito.

Em resposta, Islamabad ordenou a evacuação, no prazo de 15 dias, da base militar de Shamsi, no Baluchistão, que as tropas americanas utilizam como apoio à operação da força internacional no Afeganistão e bloqueou a passagem do aprovisionamento para os soldados da Aliança Atlântica estacionados no país vizinho.

O governo do Paquistão ameaça ainda rever todos os acordos de cooperação com os Estados Unidos e com a NATO.