Última hora

Última hora

Líbia: Alto representante do CNT acusado da morte de general da rebelião líbia

Em leitura:

Líbia: Alto representante do CNT acusado da morte de general da rebelião líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Era um dos principais comandantes militares do Conselho de Transição Nacional líbio e foi assassinado pelos seus próprios aliados em Julho.

Na altura, a morte do general Abdel Fattah Younes criou importantes divisões no seio da própria rebelião contra o regime de Muammar Kadhafi.

Esta segunda-feira em conferência de imprensa, as novas autoridades líbias desvendaram o nome do alegado responsável pela morte de Younes.

De acordo com o procurador-geral militar, Ahmed al-Fakhry, “o nome que encabeça a lista da acusação é o do vice-presidente do gabinete executivo o Dr. Ali Abdul Aziz Saleh al-Essawi, como responsável no assassínio com premeditação”.

No total, são sete os nomes alegadamente envolvidos na morte do general Younes. Al-Essawi já rejeitou as acusações de que é alvo.

Antes de ser o número dois do gabinete executivo, al-Essawi foi ministro dos Negócios Estrangeiros do CNT tendo visitado várias capitais estrangeiras à procura de apoio para a rebelião.