Última hora

Última hora

Moscovo ativa sistema de defesa antimíssil

Em leitura:

Moscovo ativa sistema de defesa antimíssil

Tamanho do texto Aa Aa

Entrou em funcionamento o sistema de defesa antimíssil no enclave de Kalininegrado.

A estação de radar com um alcance de seis mil quilómetros foi inaugurada pelo presidente russo, em resposta ao projeto norte-americano.

Dmitri Medvedev diz que se trata de um presente inofensivo:

“Disseram-nos que o escudo antimíssil da Europa não é uma ameaça para Rússia. Eu gostaria de dizer que este sistema, também, não vos ameaça, mas é para vocês” afirma.

Há cerca de uma semana, o chefe de Estado russo ameaçou colocar mísseis balísticos às portas da União Europeia, caso os Estados Unidos não alterassem os planos de instalação.

Washington rejeitou qualquer alteração e sublinhou, mais uma vez, que o dispositivo não visa a Rússia.

O sistema de defesa antimíssil está a ser instalado em vários pontos da Europa. Roménia, Turquia, Polónia e Espanha já aderiram.

A Rússia crítica o plano norte-americano que diz representar uma ameaça direta ao país.

Os Estados Unidos insistem que o objetivo é prevenir eventuais ataques de países como o Irão e a Coreia do Norte.