Última hora

Última hora

Síria: ONU acusa regime de crimes de guerra

Em leitura:

Síria: ONU acusa regime de crimes de guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Uma comissão de inquérito sob a égide do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos denunciou que as forças de segurança sírias cometeram crimes contra a humanidade durante as manifestações de oposição ao regime de Bashar al-Assad.

No mesmo relatório, a comissão responsabilizou as forças de segurança e o exército sírio pelos atos de violência e reiterou o apelo às autoridades sírias para que permitam a deslocação imediata de observadores, e em segurança, ao território sírio.

“A disseminação de sistemáticas violações dos direitos humanos na Síria não podia ter acontecido sem o consentimento das altas patentes oficiais. Segundo a lei internacional, o Estado da Síria é responsável por essas violações”, sublinhou Paulo Sérgio Pinheiro, presidente da comissão.

Entretanto enquanto em Damasco manifestantes pró-regime reafirmavam o seu apoio a al-Assad, o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Walid al Mualem, afirmava que as sanções económicas aprovadas pela Liga Árabe são “uma declaração de guerra económica”.