Última hora

Última hora

Biografia de Strauss-Kahn destaca teoria da conspiração contra ex-patrão do FMI

Em leitura:

Biografia de Strauss-Kahn destaca teoria da conspiração contra ex-patrão do FMI

Tamanho do texto Aa Aa

“Os Casos DSK, a contra investigação” este é o título da biografia de Dominique Strauss-Kahn publicada esta quinta-feira.

No livro da autoria de Michel Taubmann o ex-patrão do Fundo Monetário Internacional afirma que a relação sexual com uma camareira de hotel em Nova Iorque foi “consensual, mas estúpida”.

Michel Taubmann diz que no livro demonstra que “Nafissatou Diallo não veio ao quarto para fazer a limpeza, que o Blackberry do senhor Strauss-Kahn desapareceu e que foi montada uma tentativa de violação que permitiu afastar da cena política Dominique Strauss-Kahn, patrão do FMI.”

Os advogados norte-americanos da camareira guineense qualificaram a tese da teoria da conspiração apresentada no livro como um “delírio total”.

Num curto comunicado, Kenneth Thompson e Douglas Widgor afirmam esperar impacientemente pelo processo civil para que Strauss-Kahn explique o que conta no livro.