Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Face à degradação dos riscos bolsistas e para que a zona euro recupere a credibilidade dos mercados, é necessário o reforço da integração orçamental e fiscal na Europa. A ideia foi defendida por Mario Draghi no Parlamento Europeu. O presidente do Banco Central Europeu (BCE) pede a abertura de espírito em relação às alterações dos tratados.

Quanto a uma intervenção do BCE, Draghi repete que a sua missão é o controlo dos preços e em relação à crise só pode ser limitada: “Os mercados de dívida soberana disfuncionais em vários países da zona euro dificultam a política monetária. Esta é uma razão muito importante para as medidas não convencionais do BCE. Mas tais intervenções só podem ser limitadas”.

Draghi deixa no ar a possibilidade de novas ações do BCE, um dia depois da instituição se ter unido a outros cinco bancos centrais mundiais para injetar liquidez no sistema financeiro. Os analistas esperam, por exemplo, a descida das taxas de juro na próxima semana.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre