Última hora

Última hora

China arrefece ânimos dos europeus

Em leitura:

China arrefece ânimos dos europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Os europeus não devem contar com as reservas cambiais chinesas para salvarem os países endividados: o aviso é deixado por um alto funcionário da diplomacia chinesa, face às sugestões de que Pequim deveria resgatar a zona euro. Mas a China não descarta o uso de uma parte das reservas, de forma limitada, para não ameaçar os investimentos internos.

Segundo os analistas, Pequim já investiu em euros um quinto das suas reservas, as maiores do mundo.