Última hora

Última hora

Desemprego baixa nos Estados Unidos

Em leitura:

Desemprego baixa nos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Há cerca de um ano que as empresas norte-americanas não contratavam tanto. Em novembro, segundo dos dados do Departamento do Trabalho, foram contratados 120 mil trabalhadores, quase em linha com as previsões dos economistas.

A descida da taxa de desemprego mostra que a economia norte-americana está a reagir. Washington anunciou também, há dias, um aumento do consumo durante o longo fim-de-semana da Festa de Ação de Graças.

Aos poucos e poucos a taxa de taxa de desemprego vai descendo. Em agosto atingia os 9,1 por cento. Baixou para os 8,6% em novembro. É o nível mais baixo desde março de 2009.

Mas o ritmo de redução do desemprego poderá ser afectado pela ausência de acordo no Congresso sobre a política orçamental para o próximo ano e pelo impacto que a crise da dívida europeia pode ter na recente aceleração da economia norte-americana. A pressão mantém-se, por isso, elevada sobre o presidente Barack Obama, cuja política económica será julgada nas urnas no próximo ano.

Muitos analistas esperam que a Reserva Federal norte-americana tome novas medidas, como a terceira flexibilização quantitativa para facilitar a compra de dívida.