Última hora

Última hora

ONU fala de guerra civil na Síria

Em leitura:

ONU fala de guerra civil na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas confirmam a morte de pelo menos quatro mil pessoas desde o início dos movimentos de revolta na Síria.

A Alta Comissária para os Direitos Humanos disse esta quinta-feira numa conferência de imprensa, que há armas por todo o lado e o país está praticamente em guerra civil.

Navi Pillay afirmou:

“Eu disse que à medida que há cada vez mais desertores a pegar em armas, e disse-o em Agosto, antes mesmo do Conselho de Segurança, estávamos a caminhar para uma guerra civil e, neste momento, é como caracterizo a situação”.

A maior parte das imagens que chegam da Síria são imagens amadoras, recolhidas por cidadãos que arriscam a vida:

“Corremos riscos todos os dias, mas é nosso dever filmar a revolução, apesar de eles dispararem sobre nós. O meu colega acabou de ser morto”, conta um manifestante.

Mas a situação foi testemunhada também por repórteres da televisão francesa que conseguiram com a ajuda de insurgentes entrar na cidade mártir de Homs.

Apesar das sanções internacionais, o regime de Bachar al Assad mantém a repressão sobre os manifestantes que todos os dias e todas as noites ocupam as ruas de diversas cidades do país.