Última hora

Última hora

Cimeira da ONU sobre Mudanças Climáticas

Em leitura:

Cimeira da ONU sobre Mudanças Climáticas

Tamanho do texto Aa Aa

Ativistas pró ambiente protestaram este sábado em frente ao Centro de Conferências onde decorre a Cimeira da ONU sobre Mudanças Climáticas, na cidade sul-africana de Durban, para exigir que os líderes mundiais discutam também as propostas da sociedade civil.

Milhares de pessoas fizeram um percurso de cerca de cinco quilómetros para entregar um memorando à presidente da Cimeira.

“Tem tudo a ver com o nosso futuro. Todos pedimos um futuro sustentável. Temos de agir e agir urgentemente para que o planeta volte ao caminho sustentável. Atualmente estamos a destruir os nossos próprios sistemas de suporte à vida”, disse o bispo Geoff Davies.

A renovação do tratado de Kyoto é um problema a resolver urgentemente. O primeiro período de compromisso do acordo expira no final do próximo ano.

“Existe uma tomada de consciência de que o Protocolo de Quioto é fundamental e de que o segundo período de compromisso é essencial para o sucesso de Durban, mas isso não é suficiente.

Esperamos um acordo sobre os contornos desse segundo período, e o início de um processo que conduza a um enquadramento mais vasto”, disse a secretária executiva da Convenção da ONU para as Alterações Climáticas, Christiana Figueres.

Empunhando palavras de ordem contra os líderes mundiais e países industrializados, os participantes manifestaram-se contra a incerteza quanto à continuidade do Protocolo de Quioto, que define limites às emissões de gases poluentes.