Última hora

Última hora

Síria: Relatório indica possíveis crimes contra a humanidade

Em leitura:

Síria: Relatório indica possíveis crimes contra a humanidade

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho dos Direitos Humanos da ONU aprovou sexta-feira em Genebra uma resolução que condena “as violações generalizadas, sistemáticas e flagrantes” dos direitos humanos e liberdades fundamentais na Síria.

O relatório elaborado por uma comissão de inquérito mandatada pelo Conselho considera que a violência das autoridades de Damasco contra a população pode ser enquadrada como crime contra a humanidade.

A resolução decidiu igualmente transmitir o relatório ao secretário-geral da ONU tendo em vista “uma ação apropriada”.

“Se o Conselho de Segurança optar por referir esta matéria ao Tribunal Internacional de Justiça eu diria que o relatório do inquérito contém provas que servirão de base potencial a essa recomendação”, disse a embaixadora norte-americana Chamberlain Donahoe.

Dos 47 membros do Conselho de Direitos Humanos, 37 votaram a favor, seis abstiveram-se e quatro votaram contra – Cuba, Rússia, Equador e China.

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, indicou que desde março mais de 4.000 pessoas morreram devido à violência na Síria.