Última hora

Última hora

Expira hoje mais um ultimato à Síria

Em leitura:

Expira hoje mais um ultimato à Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Homs, na Síria, voltou a ser campo de batalha este sábado. Pelo menos 23 pessoas perderam a vida, enquanto o regime de Bachar al Assad continua a fazer orelhas moucas a todos os apelos do exterior para pôr fim ao banho de sangue.

Segundo organizações de ativistas, desde que começou a revolta, em março, já terão morrido no país cerca de 4600 pessoas.

O novo ultimato da Liga Árabe para que Damasco aceite o envio de observadores ao país termina este domingo:

O primeiro-ministro do Qatar diz que “os países árabes temem que se a situação na Síria continua a agravar-se o mundo árabe vai perder o controlo”.

A Liga Árabe voltou a afirmar que se não houver respostas do regime sírio serão impostas fortes sanções: Em causa está o congelamento de contas e bens de duas dezenas de dignitários do regime e a redução de voos de ligação com a Síria.

Por enquanto, como refere a nossa correspondente no Qatar, a porta não está ainda fechada para uma solução da crise na Síria, a menos que o país volte a recusar o protocolo e a ignorar o ultimato.