Última hora

Última hora

Rússia: Sítios da internet atacados em dia de eleições

Em leitura:

Rússia: Sítios da internet atacados em dia de eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje é dia de eleições legislativas na Rússia. O último de Vladimir Putin enquanto primeiro-ministro porque se vai candidatar às presidenciais de março, trocando de posto com o atual chefe de Estado, Dmitry Medvedev.

Cerca de 110 milhões de eleitores são chamados às urnas para eleger 450 deputados para a Duma, a câmara baixa do parlamento.

Além da Rússia Unida de Putin, o Partido Comunista de Gennady Zyuganov, o partido liberal Yabloko, liderado por Grigory Yavlisnsky, e o partido Rússia Justa deverão conseguir o número de votos necessários para obter uma representação parlamentar.

Vários partidos e organizações independentes denunciaram situações de fraude eleitoral, o que o presidente Medvedev recusou.

Alguns sítios da internet foram alvo de ciberataques esta manhã, nomeadamente da Rádio Echo de Moscovo, do diário Kommersant, do New Times e da ONG Golos, que continha um mapa interativo para denunciar os locais onde alegadamente tinham ocorrido atos fraudulentos.

Algumas de dezenas de elementos da oposição tentaram manifestar-se hoje perto do Kremlin. A polícia deteve vários participantes.