Última hora

Última hora

Medvedev defende vitória nas legislativas contra denúncias de fraude

Em leitura:

Medvedev defende vitória nas legislativas contra denúncias de fraude

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente russo defendeu a vitória do partido do Kremlin nas legislativas deste domingo.

Num encontro com apoiantes da formação Rússia Unida, Dmitri Medvedev, descartou as acusações de fraude e de influência do poder nos resultados eleitorais.

Medvedev frisou que a “Rússia Unida teve exatamente aquilo que teve, nem mais, nem menos. As eleições foram absolutamente justas e democráticas. [A formação] obteve os resultados estimados por várias sondagens. Por isso, todas as denúncias de uso desenfreado de alavancas administrativas são infundadas”.

A formação de Medvedev e do primeiro-ministro Vladimir Putin garantiu a maioria absoluta, com 238 dos 450 assentos parlamentares. Mas, com menos de 50 por cento dos votos, regista um forte recuo em comparação com 2007.

Ainda assim, as formações opositoras não hesitam em denunciar a manipulação de votos a favor do poder.

O líder do Partido Comunista, Gennady Zyuganov, diz que “estão a ser investigadas todas as violações e serão anunciados os resultados por região. Foi lançado um apelo a todos os apoiantes para que defendam os votos [do partido]. Isso será feito nas ruas e por via legal”.

Os 19 por cento obtidos pelos comunistas são interpretados por analistas como um voto de protesto daqueles que se opõem às intenções do Kremlin de recolocar Putin na presidência em 2012.