Última hora

Última hora

Novas detenções de opositores enquanto Putin formaliza candidatura

Em leitura:

Novas detenções de opositores enquanto Putin formaliza candidatura

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição russa mantém a contestação contra os resultados das legislativas, apesar das autoridades tentarem calar as vozes de protesto.
 
Uma manifestação que reuniu cerca de 250 pessoas em São Petersburgo terminou com a detenção uma centena de participantes.
 
Na segunda e terça-feira, mais de mil opositores foram detidos, tanto na segunda cidade do país como na capital.
 
Um tribunal de Moscovo rejeitou o apelo do líder da oposição Ilia Yashin e do “blogger” ativista Alexei Navalny contra as penas de prisão de 15 dias por participarem nos protestos. Navalny afirma que “as testemunhas não foram ouvidas e não foram aceites provas, fotos, gravações vídeo ou áudio, é difícil falar num processo legal”.
 
Para contrariar a contestação, o Kremlin continua a promover grandes manifestações de apoiantes no centro de Moscovo.
 
A oposição promete voltar em grandes números à rua no sábado, numa manifestação convocada através das redes sociais na internet.
 
Alheio aos protestos, Vladimir Putin assinou oficialmente os papéis para a candidatura à presidência russa, uma formalidade necessária no caminho para o anunciado regresso à chefia de Estado.