Última hora

Última hora

Vitória de Rússia Unida divide e engorda prisões

Em leitura:

Vitória de Rússia Unida divide e engorda prisões

Tamanho do texto Aa Aa

A vitória eleitoral do Russia Unida está a dividir mais do que a unir os russos e a engordar as prisões. Após dois dias consecutivos de protestos de milhares de pessoas em Moscovo e São Petersburgo contra alegadas fraudes na vitória do partido de Vladimir Putin nas legislativas de domingo, estão contabilizadas cerca de meio milhar de detenções. As autoridades justificam as interpelações com a participação em manifestações não autorizadas.

Entre os detidos contam-se personalidades da oposição, como o ex-vice-primeiro ministro Boris Nemtsov e outros ativistas como o “blogger” contra a corrupção Alexei Navalni, condenado a 15 dias de prisão.

A Organização para a Cooperação e Segurança na Europa e também a União Europeia denunciaram várias irregularidades.

O presidente Dmitry Medvedev, do partido Russia Unida referiu que “as organizações internacionais podem constatar irregularidades mas o sistema político da russia não lhes diz respeito. Qualquer dia vêm nos dizer como escrevermos a nossa constituição”, concluiu.

E como é habitual sempre que existem protestos contra o Kremlin, a juventude pro-putin, chamada Nashi, organiza manifestações de apoio aos governantes. Desta vez foi na capital.