Última hora

Última hora

EUA reagem à entrevista de Bashar al-Assad

Em leitura:

EUA reagem à entrevista de Bashar al-Assad

Tamanho do texto Aa Aa

“Nenhum líder mundial mata o seu povo” disse o presidente da Síria. Numa entrevista exclusiva à cadeia norte-americana ABC, Bashar al-Assad, negou ter dado ordens ao exército para matar civis nas ruas. Segundo as Nações Unidas já morreram cerca de 4 mil e 500 pessoas.

“Existe uma diferença entre política de repressão e erros cometidos por alguns oficiais. Há aí uma grande diferença”, declarou Assad.

As afirmações do chefe de Estado sírio motivaram uma reação do departamento de Estado norte-americano. “Isto apenas significa duas coisas: perdeu completamente o poder que tinha na Síria, e agora é apenas um utensílio, ou então está totalmente desligado da realidade”, declarou o porta-voz.

As autoridades sírias não permitem a entrada de jornalistas estrangeiros ou missões de observadores internacionais. A maioria da informação provém de fontes oficiais e de ativistas e organizações locais de defesa dos direitos humanos.