Última hora

Última hora

Tensão entre Moscovo e NATO

Em leitura:

Tensão entre Moscovo e NATO

Tamanho do texto Aa Aa

O sistema de defesa antimíssil europeu anima a reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO que hoje termina em Bruxelas.

A Rússia diz que está a ser empurrada para uma nova corrida ao armamento, na qual não se quer envolver e anunciou que está a preparar uma resposta.

Moscovo enviou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, a Bruxelas onde o encontro entre os aliados e Rússia acontece num momento de muita tensão.

“A Rússia está a preparar uma resposta aos nossos planos de instalar mísseis nas áreas vizinhas da nossa aliança, quero dizer que esta situação lembra-me o confronto de eras passadas” declarou o Secretário geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen.

As autoridades russas advertiram que a próxima cimeira Rússia-NATO, marcada para Maio próximo em Chicago está mesmo comprometida, devido ao impasse nas conversações do escudo de defesa antimíssil dos Estados Unidos na Europa.

Entrevistado pela Euronews o representante russo junto da União Europeia, – Vladimir Chizhov – explicou que “não procura nem ganhos políticos nem ganhos militares nesta questão e que o mais importante é a manutenção da estabilidade”.

Moscovo exige garantias escritas que tenham valor juridico dos Estados Unidos e da NATO de que o sistema de defesa antimíssil norte-americano não visa neutralizar as armas estratégicas russas.