Última hora

Em leitura:

Incêndio em hospital mata 73 indianos


Índia

Incêndio em hospital mata 73 indianos

Pelo menos 73 pessoas morreram, vítimas de um incêndio que deflagrou num hospital, na Índia, esta sexta-feira.
 
As autoridades ainda não concluiram em que zona começou o fogo e quais terão sido as causas.
 
Os bombeiros continuam a inspeccionar os lugares mais problemáticos.
 
As mortes foram causadas por queimaduras e por asfixia.
 
Trata-se de um hospital privado, com cinco andares, na cidade de Calcutá, no leste na Inídia.
 
Um dos trabalhadores recorda as dificuldades em chegar ao interior:
  
“Está tudo escuro, dentro do hospital e cheio de fumo, não há nenhuma visibilidade, todas as portas estão fechadas. Nós tivemos que quebrar o vidro das portas, para atingir o interior e salvar os pacientes. Quando chegámos junto dos doentes, vimos que eles estavam inconscientes”.
  
Estavam 160 pessoas internadas no hospital.
 
Para além dos mortos, há ainda dezenas de feridos que foram retirados dos escombros e conduzidos para outras unidades de saúde.
 
O edifício foi cercado por muitos familiares de doentes que manifestavam o seu desespero. Acusavam a direcção do hospital de não lhes dar informação sobre o estado dos doentes.
 
Os acessos são difíceis, porque as ruas da zona são estreitas e alguns dos carros dos bombeiros não conseguiram lá chegar.
 
 

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Merkel congratula-se com acordo a 23