Última hora

Transnístria vai a votos

Em leitura:

Transnístria vai a votos

Tamanho do texto Aa Aa

Este domingo, um país no leste europeu foi às urnas, mas não se trata de um país qualquer: a autoproclamada República da Transnístria é uma região separatista da Moldávia, que não é reconhecida por qualquer país.

O atual presidente Igor Smirnov votou ao som de uma orquestra contratada para acompanhar o momento e acredita num maior reconhecimento do país: “Assistimos a uma maior compreensão por parte dos observadores europeus e dos países garantes, mas quem tem de negociar são a Transnístria e a Moldávia”, diz.

Smirnov enfrenta o candidato Anatoly Kaminsky, apoiado pelo governo russo.

Com 555.000 habitantes, a Transnístria é um enclave de maioria russófona junto ao rio Dniestre, entre a Moldávia e a Ucrânia. É uma região que conheceu um grande desenvolvimento durante a era soviética, já que concentrava a maior parte da indústria moldava.

Por isso, a nostalgia é a nota dominante e este é, provavelmente, o território da antiga URSS onde os símbolos soviéticos se mantêm mais intactos.