Última hora

Última hora

Olli Rehn marca o compasso da nova ordem económica

Em leitura:

Olli Rehn marca o compasso da nova ordem económica

Tamanho do texto Aa Aa

Após o acordo alcançado na cimeira do final da semana passada, a Comissão Europeia dá o sinal de que tenciona assumir a vigilância em matéria económica.

Foi isso que transmitiu, esta manhã, o comissário para os Assuntos Económicos, Olli Rehn, em conferência de imprensa, em Bruxelas.

Rehn lembrou que as novas regras são para cumprir imediatamente:

“A partir de amanhã, todos os estados membros que se encontram em situação de défice devem submeter-se às recomendações específicas que o conselho lhes indicou, tendo em vista a correção do défice excessivo. Se não, as consequências são claras. No caso dos países da eurozona, há o risco de sanções fianceiras”.

O comissário lamentou a decisão da Grã Bretanha e deixou um aviso:

“Se esta decisão tem como objectivo evitar que a atividade dos banqueiros e dos grupos financeiros seja regulamentada, isso não vai resultar. Nós aprendemos as lições deixadas pela crise financeira e pela maneira de resolvê-la e isso aplica-se também ao setor financeiro”.