Última hora

Última hora

Ex-olímpicos indianos defendem boicote da Índia aos jogos de Londres

Em leitura:

Ex-olímpicos indianos defendem boicote da Índia aos jogos de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

A Índia deve opor-se ao patrocínio dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 pela Dow Chemicals.

A posição é defendida por um grupo de antigos atletas indianos que estiveram reunidos em nova Deli.

Em 1984, a cidade de Bhopal foi atingida por um grave acidente químico na fábrica da filial local da Union Carbide, que foi posteriormente comprada pela norte-americana Dow Chemicals, uma das grandes patrocinadoras dos jogos de 2012.

O antigo atleta olímpico Aslam Sher Khan diz que “é vergonhoso que a Índia trate esta questão com tanta ligeireza quando as organizações desportivas mundiais apoiam as vítimas de Bhopal e 25 membros da Câmara dos Comuns têm protestado. 25 mil pessoas morreram e isso não tem qualquer importância neste país. Esta questão afeta os Jogos Olímpicos porque é um evento onde se pode falar de países.”

Para o antigo jogador de hóquei em campo, Jagbir Singh, os atletas não podem boicotar os jogos, mas o Comité Olímpico indiano devia analisar a situação.

“Nenhum jogador pode boicotar um sonho tão importante como os Jogos Olímpicos. No entanto, o sofrimento das vítimas faz-me pensar que o Comité Olímpico tem de ter isto em conta.”

Ativistas indianos defendem que 100 mil pessoas foram expostas às 40 toneladas de gases tóxicos provenientes da fábrica de pesticidas e continuam ainda hoje a sofrer as consequências do acidente, que fez 25 mil mortos.