Última hora

Última hora

Otava abandona Protocolo de Quioto para fugir a multas milionárias

Em leitura:

Otava abandona Protocolo de Quioto para fugir a multas milionárias

Tamanho do texto Aa Aa

O Canadá retira-se do Protocolo de Quioto a poucas horas após o final da Cimeira de Durban sobre redução dos gases de efeito estufa.

O ministro do Ambiente canadiano, Peter Kent, justificou a decisão com o facto de o Canadá se arriscar a pagar multas milionárias por não cumprir as metas estabelecidas no documento que foi prolongado além de 2012.

Kent exemplificou que para cumprir as metas estabelecidas no Protocolo de Quioto, o Canadá teria de retirar todos os veículos das estradas do país nos próximos 12 meses.

Este é, oficialmente, o primeiro país a retirar-se do Protocolo assinado em 1997 e a vigorar desde 2005.

Assuas emissões poluentes aumentaram e o governo conservador de Stephen Harper rejeitou abertamente as obrigações assumidas pelo anterior governo liberal.

Durban encerrou assim sem resultados históricos.

Países ricos e pobres concordaram apenas em negociar, até 2015, um acordo que leve todos a colaborarem no controlo das emissões de gases com efeito de estufa.