Última hora

Última hora

Putin confirma regresso à presidência e critica EUA

Em leitura:

Putin confirma regresso à presidência e critica EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin diz que o principal adversário às presidenciais de Março de 2012 é ele próprio.

A sessão anual de perguntas e respostas à televisão serviu para confirmar a intenção do homem forte da Rússia de regressar à chefia de Estado, descartar a importância da oposição e apontar “armas” aos Estados Unidos.

Putin confirmou que, depois dos mandatos efetuados entre 2000 e 2008, conta retomar a presidência trocando de posto com Dmitri Medvedev.

O ainda primeiro-ministro aproveitou a intervenção de quatro horas para dizer que “as pessoas estão fartas dos ditames de um país. A Rússia também quer ter uma relação e ser um aliado dos Estados Unidos. Mas aquilo a que assistimos não é uma relação de aliados. Às vezes, parece que o que os Estados Unidos precisam não é de aliados, mas de vassalos”.

Putin acusou os opositores de trabalharem por conta do estrangeiro, numa referência à vaga de manifestações contra os resultados das legislativas.

O chefe de governo descartou novamente a utilidade de um debate com candidatos da oposição.

O milionário Mikhail Prokhorov, que anunciou esta semana a candidatura às presidenciais de Março, prometeu agraciar Mikhail Khodorkovski se for eleito. Putin disse que, para considerar indultar o magnata do petróleo, este tem de reconhecer a culpabilidade de crimes que o milionário em prisão desde 2003 considera “inexistentes”.