Última hora

Última hora

Fitch baixa notas de sete bancos

Em leitura:

Fitch baixa notas de sete bancos

Tamanho do texto Aa Aa

Ameaçou e fez. A Fitch baixou ontem as notas a longo prazo de sete grandes bancos europeus e americanos. A agência de “rating” considera que as instituições enfrentam desafios não só ligados à situação económica mundial mas também à aplicação da nova regulamentação bancária.

As degradações afetam bancos da zona euro, mas não só. São eles o BNP Paribas e o Deutsche Bank que passam de “AA-” para “A+”. Já o Barclay’s e o Crédit Suisse baixam duas notas para “A”.

O analista Robert Halver considera ser uma consequência da ausência de soluções para resolver a crise do euro: “As degradações anunciadas pela Fitch são uma consequência da falta de viabilidade da política europeia para fazer o que é certo. Temos de resolver a crise da dívida e até agora, não vimos quaisquer instrumentos. Espero que dentro de algumas semanas possamos ter uma solução e isso deveria incluir o BCE”.

Do outro lado do Atlântico, a Fitch baixou as notas do Citigroup, dizendo-se contrária à utilização de dinheiro público para apoiar os bancos durante a crise. Da lista constam também o Bank of America e o Goldman Sachs que passam de “A+” para “A”.

A Fitch mantinha os bancos em perspetiva negativa desde meados de outubro e segue a tendência de degradação anunciada pela Moody’s e pela Standard&Poor’s nas últimas semanas.