Última hora

Última hora

Síria: Proposta russa na ONU pode ajudar a desbloquear impasse

Em leitura:

Síria: Proposta russa na ONU pode ajudar a desbloquear impasse

Tamanho do texto Aa Aa

A repressão continua a matar na Síria, mas a Rússia parece acrescentado mais um passo para um possível desfecho do conflito.

Moscovo apresentou perante o Conselho de Segurança da ONU um projeto de resolução sobre a Síria, o que acabou por surpreender a comunidade internacional.

O documento insta o presidente Bashar al-Assad a empreender reformas e pede o fim do derramamento de sangue de ambas as partes.

“No que diz respeito à necessidade de por fim da violência, à necessidade de defender os direitos humanos e à necessidade de acelerar reformas pensamos que é importante dar um sinal forte à Liga Árabe de que os encorajamos a continuar os esforços e a trabalhar com o Governo da Síria”, disse o embaixador russo nas Nações Unidas, Vitaly Churkin.

Em outubro a Rússia e a China vetaram uma iniciativa europeia. A proposta da diplomacia russa foi saudada pelas chancelarias ocidentais que no entanto a consideraram desequilibrada.

Enquanto se discute Nações Unidas, nas ruas da Síria prossegue a violência. Nove meses de repressão saldam-se já em mais de cinco mil mortos e três milhões de pessoas afetadas Números que se agravam a cada dia que passa.

Artigos relacionados
+ Rússia propõe resolução da ONU sobre a Síria
+ Pillay acusa regime sírio de crimes contra a humanidade